Não estamos mais no segmento de negócios imobiliários


“Não estamos mais no segmento de negócios imobiliários. Estamos no segmento de tecnologia. E se você acha que isto não é verdade, você está fora do mercado”, disse John Gilbert, vice-presidente executivo e COO da Rudin Management, no evento Asset Management Symposium, do capítulo New York do IREM.

Neste dia, foram abordadas as constantes transformações nos negócios, partindo dos avanços tecnológicos até o renovado interesse pelos centros das cidades. Tudo isto impactando diretamente na forma como os gestores imobiliários trabalham. “As pessoas em seus prédios merecem os melhores produtos e serviços que nós podemos oferecer”, disse Gilbert, usando isto como introdução para um sistema que a Rudin chama de Di-BOSS (Digital Building Operating System Solutions, ou Sistema de Soluções Digitais para Gestão Condominial). Este sistema oferece remotamente acesso em tempo real a todas as propriedades do portfólio e suas respectivas medidas de performance – do uso de eletricidade e aquecedores, até outros sistemas. Esta ferramenta remota já provou seu valor, que segundo Gilbert, em apenas um prédio conseguiu uma economia nos custos com eletricidade de 1 milhão de dólares e uma diminuição no uso de eletricidade de 45%. Na sessão geral que se seguiu, Elizabeth Majkowski, vice-presidente sênior da SL Green, trouxe a discussão sobre tecnologia para um novo tipo de inquilino – os chamados Millennials (pessoas que nasceram na virada do milênio) que têm expectativas muito diferentes de como e onde querem trabalhar”. Já Scott Sidman, vice-presidente sênior da Building Engines, e Sukanya Paciorek, vice-presidente executiva da Brooklyn Navy Yard Development Corp, apontaram a transformação dos espaços de trabalho e o fato de que os inquilinos de hoje esperam ter “experiências”. Isto inclui novidades em serviços, como prover aplicativos para transporte, academias locais e estacionamento para bicicletas. Os inquilinos de hoje estão voltando para o coração das cidades, procurando espaços menores, colaborativos e áreas sociais. Não é de se surpreender que densidade de espaço seja um dos tópicos mais importantes do momento. Para Paul Schulman, presidente e COO da Brookfield Office Properties, a “densificação” é um dos principais motores de mudança no mercado imobiliário, impactando em elevadores e outros sistemas do prédio. Ele acrescentou que esta mudança sozinha está conduzindo a um novo conjunto de critérios a serem levados em consideração no momento de aquisições. Tudo isto causa o que vem sendo chamada de “tempestade perfeita”, ou seja, quando tecnologia, usuários de escritórios criativos e expectativas de inquilinos relacionadas a experiências geram uma nova era de negócios que nunca foi vista antes. (Adaptação e tradução de Alexandre Tavares e Carla Neiva do artigo originalmente escrito por John Salustri no blog do IREM)

#tendências #mercadoEUA

Posts Destacados
Posts Recentes
Procure por Tags