Trocando suas lâmpadas por LED


Hoje em dia é comum que em escritórios e residências as lâmpadas tradicionais, aquelas incandescentes ou fluorescentes, sejam substituídas pelas de LED. Afinal, a promessa é que estas últimas consumam menos energia e durem mais. Mas afinal, a questão é simples assim?


Devemos inicialmente lembrar que todo projeto de iluminação tem três questões a considerar:

- Redução no custo de energia;

- Redução com o custo de manutenção;

- Performance de iluminação.


Portanto, quando os síndicos e administradores estiverem considerando usar lâmpadas de LED, é interessante que procurem um profissional ou fornecedor especializado e façam perguntas como:


- Qual será a redução no meu consumo de energia e, consequentemente, nos meus gastos com energia se adotarmos uma ou outra lâmpada de LED? Com isto, mesmo que as lâmpadas escolhidas sejam mais caras que as fluorescentes, será possível saber em quanto tempo o edifício terá o retorno do seu investimento por causa da economia com a conta de luz.


- Qual é a vida útil das lâmpadas propostas, e qual é a sua garantia? Saber isto é importante para fazer a previsão de custos com manutenção.

- Que nível de iluminação é necessário para cada área comum? Por exemplo, o quanto uma garagem deve ficar iluminada? E a portaria?

- Para uma área específica prefere-se luz branca (fria) ou amarela, que gera um ambiente mais acolhedor?


Se conseguirem ter as respostas para estas perguntas, certamente farão compras melhores de lâmpadas e terão maiores benefícios financeiros. O meio ambiente e seu bolso lhe agradecerão.

#sustentabilidade #eficiênciaenergética

Posts Destacados
Posts Recentes