Pokémon Go: como esta nova mania pode influenciar no mercado imobiliário?


Imagem: gamespot.com

Você já deve ter ouvido falar da última moda de jogos mobile, o Pokémon Go. Baseado no desenho animado e game Pokémon, lançados no final dos anos 90, a versão mais recente deste jogo é jogada em smartphones. Utilizando geolocalização e realidade aumentada, que mescla cenários reais com objetos fictícios na tela do celular, os jogadores devem ir pessoalmente para lugares do mundo real para capturar seus Pokémons e itens especiais nas áreas chamadas Pokéstops. Depois vão para outros pontos físicos chamados Gyms (Estádios), onde em nome de uma das três equipes mundiais, colocam seus Pokémons para lutarem uns com os outros pelo controle destes lugares.

Os números de downloads e uso diário do Pokémon Go têm superado até o de mídias sociais já consagradas como, por exemplo, o Twitter. Áreas com grande quantidade de Pokéstops e Estádios estão experimentando grande aumento de pedestres jogando este jogo. Esta natureza do jogo de utilizar localizações físicas pode ser interessante para shoppings e lojas, mas também pode gerar dor de cabeça para donos e gestores de propriedades.

Como varejistas poderão obter vantagens com o jogo?

Para varejistas e gestores de propriedades públicas como museus, existem algumas formas de atrair consumidores:

  1. Se um Pokémon aparece em um shopping, seus gestores podem divulgar isto nas redes sociais ou podem comprar itens que servirão para atrair mais Pokémons. O objetivo é sempre atrair o maior número de pessoas físicas para este lugar, aumentando o tráfego de pessoas. Nos EUA, varejistas já estão adotando estas táticas com sucesso.

  2. Caso exista um Gym (Estádio) na propriedade que você administra (ex. centro comercial) os jogadores terão que ir até lá para lutar pelo controle do Estádio. Os gestores podem criar promoções especiais para os jogadores.

  3. Mesmo que o Pokémon Go seja uma mania passageira, os jogadores podem guardar boa recordação no futuro da propriedade que você administra e por onde passaram para jogar.

Imagem: forbes.com

Mas existem também dores de cabeça potenciais.

Se algumas propriedades (ex. lojas ou centros comerciais) poderão aproveitar o fluxo de jogadores, também existem perigos ou problemas potenciais que podem ocorrer e deixar os gestores de propriedades de cabelo em pé:

  1. Os jogadores podem caminhar por áreas estreitas ou não preparadas para um grande fluxo de pessoas. Faça uma vistoria para ver se não existem locais de potenciais problemas, como fendas ou buracos no caminho, corrimões danificados, etc. Ou seja, pontos que podem apresentar risco à integridade física dos participantes.

  2. Os jogadores tentem a andar com os olhos na tela do smartphone para se guiarem até onde precisam chegar. Eles podem tropeçar em objetos de decoração, buracos, etc. Conserte e/ou sinalize bem o que for necessário.

  3. Se a propriedade que você administra estiver muito perto de Pokéstops ou Gyms, que irão atrair um grande número de jogadores em diversos horários, considere alertar moradores e/ou lojistas sobre isto, para que se preparem adequadamente e evitem problemas de segurança, como furtos que podem ser facilitados por grandes aglomerações. Se sua propriedade tiver uma equipe de segurança particular, alerte-a sobre o jogo para que ela possa tomar as precauções necessárias.

É bem provável que Pokémon Go venha para o Brasil nos próximos dias, e nossos gestores de propriedade podem aprender antecipadamente com oportunidades e riscos que este jogo gerou para estes profissionais nos EUA. Independentemente deste jogo durar um bom tempo por aqui ou ser uma febre passageira, jogos que utilizam geolocalização e realidade aumentada devem vir para ficar. Fique atendo ao nosso blog, pois estaremos acompanhando este assunto.

E você, o que acha de tudo isto?

Adaptado do texto de Karen Kazmierczak do IREM, em http://www.irem.org/resources/irem-blog/irem-blogs-blog/2016/07/bulbasaur-weedle-and-pikachu-oh-my

#tecnologia #mobile #mercadoEUA #gestãodepropriedades

Posts Destacados
Posts Recentes
Procure por Tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Long Shadow
  • LinkedIn Long Shadow
  • Twitter Long Shadow

Entre em Contato

Tel: (21) 2272.8048

iremcapitulorj@secovirio.com.br

  • Facebook Long Shadow
  • LinkedIn Long Shadow