Liderança é mais que um título


Bernardinho

É fácil pensar que por causa de um título ou posição em uma empresa (como supervisor, gerente, diretor, VP, CEO) devemos ser vistos como líder. Mas, um título em uma empresa não torna ninguém líder, nem tampouco ocupar uma sala maior ou mesmo ter mais idade. Pessoas que caem neste tipo de armadilha acabam frustrando a si mesmas e às suas empresas mais cedo ou mais tarde.

Está é a opinião de Scott Ham, Chief Distribution Officer do Transamerica. Segundo ele, vale a pena se basear em quatro traços fundamentais sobre liderança:


1.Atingir resultados


Para liderar, uma pessoa deve ter a habilidade de produzir resultados. Isto mostra que você é capaz de desenvolver e implementar estratégias para atingir objetivos propostos. Também demonstra habilidade de trabalhar com vários setores da organização, e, mais importante, atingir resultados junto com outras pessoas.


2.Ouvir os outros


Duas afirmações seguem Scott ao longo de sua carreira: 1) “Você tem duas orelhas e uma boca, aja de acordo com isto”; 2) “Você ouve com seus olhos”. Outros colaboradores não vão te seguir se acreditarem que você não ouve suas posições e ideias. Resista a tentação de só ouvir a si mesmo ao invés de ouvir às pessoas ao seu redor. Seu nível de atenção é refletido no seu comportamento. Ouvir requer que você gerencie distrações na sua cabeça e estar totalmente presente com os outros. Se você está ao telefone ou distraído, não está ouvindo. A mensagem que você passa é que não se importa. Também passa a ideia de que você pode acreditar que não vale a pena ouvir aos outros.


3.Atue com coragem


Para ser um líder, você deve ser capaz de assumir riscos calculados, fazer coisas de forma diferente e parar de fazer coisas como são feitas há anos. Isto às vezes significa ir mais devagar para depois acelerar, o que com pressões externas nem sempre é o mais fácil a se fazer. Significa saber admitir o que não está funcionando e que você não tem todas as respostas, mas que os seus funcionários podem ter a resposta que você precisa. Pergunte aos seus funcionários “Qual é a coisa mais idiota que fazemos por aqui? ”. Você pode ficar surpreso com as respostas.


4.Desenvolva outros líderes


Uma competência chave de um líder é não agir em prol de benefícios pessoais, mas sim para beneficiar outras pessoas. É bastante tentador manter os líderes nos seus papéis porque “eles conhecem o negócio”. O primeiro objetivo de um líder é desenvolver futuros líderes, o que significa coaching no dia a dia, dar feedback regularmente, conduzir a gestão da performance e as avaliações de desempenho de forma mais séria possível e expor suas pessoas mais brilhantes a novas oportunidades para tirar delas o melhor e fazê-las crescer.


* Texto adaptado de: https://www.linkedin.com/pulse/20140729170718-39000741-don-t-fall-victim-to-leadership-entitlement


#lidernaça #rh #coaching

Posts Destacados
Posts Recentes
Procure por Tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Long Shadow
  • LinkedIn Long Shadow
  • Twitter Long Shadow